Home/ Editorias/ Mundo do Trabalho/ Entrevista exclusiva com o Ministro do Trabalho, Manoel Dias

Entrevista exclusiva com o Ministro do Trabalho, Manoel Dias

ManuelO Ministro do Trabalho, Manoel Dias concede entrevista exclusiva para equipe de jornalismo do Pró Trabalhador durante as comemorações do 1º de Maio em São Paulo. Fala sobre sua posição em relação à flexibilização das leis trabalhistas, sobre a contratação de servidores e a informatização das ações do ministério como forma de atender mais pessoas. 
 
Publicado: 07/05/14
Texto: Da redação do Pró Trabalhador 
Fonte: Assessorias MTE. 
Fotos: Nalva Lima

Pró Trabalhador- Como estão as negociações para flexibilização da CLT?

Manoel Dias- Não estou sabendo de nenhum projeto ou estudo de governo que pretenda flexibilizar as leis trabalhista. Não chegou nada assim para discussão no MTE. “Eu ministro Manoel Dias não concordo com a redução de salários, não temos como reduzir salários, temos que buscar saídas, estamos abertos a qualquer discussão que venha a sugerir saídas e melhorar as condições de trabalho”, explica. 
 
Pró trabalhador- Quais as ações voltadas para a diversidade, incluindo o público LGBT e as pessoas com deficiência?

Manoel Dias-Temos políticas para essas áreas, entre outras como o aprendiz. Em questão de 30 dias teremos um encontro nacional dos gestores para discussão de políticas públicas voltadas para a juventude. A idéia é promover um grande debate chamando a juventude para que ela faça criticas e saia com propostas.
 
Além disso, em relação a essas e outras propostas estamos ouvindo as federações, confederações, centrais e indústrias. 

Pró trabalhador-Há previsão de contratar mais fiscais do Trabalho?
 
Manoel Dias- Estamos trabalhando para fazer outros concursos. A questão de 20 dias fizemos um concurso para contratar 630 servidores administrativos. Com modernização do MTE também pretendemos reduzir a necessidade de tantas saídas, com o auditor fiscalizando de dentro da repartição.  Antes da modernização, o auditor teria que sair o dia inteiro. Agora ganha tempo e agilidade. O trabalhador também pode fazer a denúncia online.
 
Pró trabalhador-Com fica a questão dos trabalhadores imigrantes?
 
Manoel Dias-Com a modernização foram cerca de 30 ações. Entre elas informatizamos a imigração, a fiscalização eletrônica e o Portal “Mais Emprego”, onde o trabalhador faz sozinho a intermediação de mão de obra. 
Até o final do ano vamos ter um Ministério mais ágil e moderno que vai atender as demandas do trabalhador.

Perfil- Manoel Dias, assumiu o Minsitério do Trabalho e Emprego em 15 de março de 2014.Ao longo de sua vida foi líder estudantil, vereador pelo Partido Trabalhista Brasileiro (PTB). Foi cassado, perseguido e preso durante o Golpe Militar de 1964. Em 1969 foi novamente cassado com a decretação do Ato Intitucional Número Cinco (AI-5). Cursou Direito e atuou com advogado. Atuou ativamente juntamente com Leonel Brizola (PDT).